sexta-feira, 9 de maio de 2014

De um laço de tristeza

Olhos que vertem lágrimas...
Coração em aperto se desfaz...
O amor se foi, mas está aqui vivo em meu peito
Uma saudade daquilo que não vivi
Melancolia pois não poderá existir em minha vida...
Nosso amor contido
Separado pela escuridão...
E morte...


Por Elaine Correa

2 comentários:

António Jesus Batalha disse...

Estive a ver e ler algumas coisas, não li muito, porque espero voltar mais algumas vezes,mas deu para ver a sua dedicação e sempre a prendemos ao ler blogs como o seu.Poema lindo, algum sofrimento é certo mas tudo da saudade e do amor que aperta. Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante, e se desejar deixe um comentário. Abraço fraterno.António.

António Jesus Batalha disse...

Estou a tentar visitar todos os seguidores do Peregrino E Servo, pois por uma acção do google meu perfil sumiu e estava a seguir o seu blog sem foto e agora tive de voltar a seguir, com outra foto. Aproveito para deixar um fraterno abraço e muita paz e saúde.
António Jesus Batalha.

Postar um comentário